Passado e Presente de Dois Córregos - SP

O Que é o Radioamadorismo

“O RADIOAMADORISMO É UM HOBBY CIENTÍFICO COM DIVERSAS MODALIDADES. O RADIOAMADOR É A PESSOA QUE PROCURA MANTER FUNCIOANDO UMA ESTAÇÃO DE RADIOCOMUNICAÇÃO, ORA PARA COMUNICADOS E CONVERSAS INFORMAIS BEM COMO PARA CONCURSOS E COMPETIÇÕES NACIONAIS E INTERNACIONAIS. ALÉM DOS “BATE-PAPOS” E CONTESTES, O RADIOAMDOR PODE AUXILIAR AS AUTORIDADES DE DEFESA CIVIL NAS SITUAÇÕES DE RISCO E CALAMIDADES PÚBLICAS, LEVANDO AS COMUNICAÇÕES AOS MAIS LONGÍNQUOS RINCÕES”

1) PONDERADO - O Radioamador é ponderado e atencioso e jamais usará sua estação para prejudicar a atividade dos demais;

2) LEAL – O Radioamador é leal e oferecerá sua lealdade, encorajamento e apoio aos seus companheiros, ao seu clube local e à sua entidade que o representa em seu país;

3) PROGRESSISTA – O Radioamador é progressista e manterá sua estação sempre atualizada tecnologicamente, conservada e bem instalada e operando com eficiência;

4) AMISTOSO – O Radioamador é amigo e paciente com os demais colegas, principalmente se forem iniciantes. Aconselha e auxilia os principiantes. Presta assistência e colaboração. Considera e coopera com o interesse alheio. Estas são as características do espírito do radioamadorismo;

5) EQUILIBRADO – O Radioamador é equilibrado. O rádio é seu passatempo e ele nunca permitirá que o seu hobby interfira em quaisquer de seus deveres e obrigações domésticas, profissionais, escolares ou para com a comunidade em que vive;

6) PATRIÓTICO – Sua estação e o suas habilidades sempre estão disponíveis para prestar serviço ao seu país e sua comunidade.

O Radioamadorismo é um hobby democrático, que não tolera discriminações sociais, raciais ou políticas. Pouco importa para o Radioamador se seu colega do outro lado não compartilha das mesmas crenças ou orientações políticas e muito menos se ele é de uma ou outra raça. O radioamadorismo forma uma imensa comunidade mundial onde as diferenças não existem e o que importa é que todos tenham o mesmo interesse comum.







25 de ago de 2013

4 funções que existem no seu celular e vc não conhece

Existem quatro funções -secretas- muito legais no seu celular que você não sabia!
(Algumas delas, podem até salvar sua vida) Veja o que ele pode fazer por você:

Emergência I

O número universal de emergência para celular é 112!
Se você estiver fora da área de cobertura de sua operadora e tiver alguma emergência, disque 112 e o celular irá procurar conexão com qualquer operadora possível para enviar o número de emergência para você, e o mais interessante é que o número 112 pode ser digitado mesmo se o teclado estiver travado.
Experimente!

Emergência II

Você já trancou seu carro com a chave dentro? Seu carro abre com controle remoto? Bom motivo para ter um celular. Se você trancar seu carro com a chave dentro e a chave reserva estiver em sua casa, ligue pelo seu celular, para o celular de alguém que esteja lá. Segure seu celular cerca de 30 cm próximo à porta do seu carro e peça que a pessoa acione o controle da chave reserva, segurando o controle perto do celular dela. Isso irá destrancar seu carro, evitando de alguém ter que ir até onde você esteja, ou tendo que chamar socorro. Distância não é impedimento. Você pode estar a milhares de quilômetros de casa, e ainda assim terá seu carro destrancado.

Emergência III *3370#

Vamos imaginar que a bateria do seu celular esteja fraca. Par ativar, pressione as teclas: *3370#
Seu celular irá acionar a reserva e você terá de volta 50% de sua bateria. Essa reserva será recarregada na próxima vez que você carregar a bateria.

Emergência IV *#06#*

Para conhecer o número de série do seu celular, pressione os seguintes dígitos: *#06#* Um código de 15 dígitos aparecerá. Este número é único. Anote e guarde em algum lugar seguro. Se seu celular for roubado, ligue para sua operadora e dê esse código. Assim eles conseguirão bloquear seu celular e* o ladrão não conseguirá usá-lo de forma alguma*. Talvez você fique sem o seu celular, mas pelo menos saberá que ninguém mais poderá usá-lo.

Fonte:
Roberto - PQ8RS

MADIFICAÇÃO DO AUDIO DO IC 2820 H / ID 800 H / ID 880 H

Por João Roberto S. Gândara Ferreira, PY2JF.

Se você opera com um Icom IC-2820H já deve ter ouvido alguém reclamar de como é aguda e desagradável sua modulação. Essa queixa comum estende-se também aos modelos ID-800H (descontinuado) e ID-880H. Experimente notar a diferença absurda entre o áudio desses rádios e do também descontinuado IC-2200H do mesmo fabricante.

Conversando com um representante da Icom dos EUA, ele disse que esse áudio mais agudo foi uma decisão da engenharia. Eles alegam que é muito melhor para DX, pois o agudo é mais inelegível no meio do ruído do que um áudio grave.

Bom, eu não sou da engenharia da Icom, mas na minha opinião essa decisão foi um tremendo erro. Esses rádios ficaram com a fama de terem um dos piores áudios dos rádios atuais. Também não sei quão verdade é essa desculpa do DX, pois todos esses modelos são D-Star e talvez aquele áudio de maior fidelidade comprometa alguma coisa, como a largura de banda. O IC-2220H foi projetado antes do D-Star. Fizeram um opcional posteriormente para ele. Sei lá, estou apenas filosofando aqui.

A verdade é que a maioria absoluta de quem usa um rádio desses não faz DX e sim opera localmente, ou através de repetidoras. E convenhamos, esse áudio estridente é de matar. Quando ficamos horas a fio no bate papo, um áudio balanceado e agradável trás muito mais conforto ao operador.

Pesquisando fóruns sobre esse problema, encontrei várias modificações. Testei cada uma delas. Na minha opinião o melhor resultado foi a soma de duas  delas, uma no rádio e outra no microfone.

Como de costume, nosso lema aqui no CRAM não é esconder informações, e sim compartilhá-las de forma que todos se beneficiem delas. Não existem segredos na Internet, apenas fóruns que você ainda não leu. Então, aqui segue todo o processo de forma que fique fácil de ser replicado:

ALERTA

Esse procedimento só deve ser feito se souber utilizar um ferro de solda e tiver alguma experiência com montagens. Caso não tenha habilidade para isso, peça ajuda à um colega que tenha. O autor não se responsabiliza por nada que, por ventura possa ocorrer durante e após essa modificação. Ela foi feita com sucesso pelo autor e se resolver fazê-la é por sua conta e risco.

Ferramentas necessárias

  • Chave Philips pequena
  • Chave Philips média
  • Ferro de solda com ponta fina
  • 2 capacitores eletrolíticos de 4,7uF/16V

Instruções

1) Remova os 6 parafusos e retire a tampa oposta à tampa do alto-falante. A área de interesse é próxima ao conector de microfone do rádio.
2) Com auxílio do soldador de ponta fina, remova (ou levante um dos lados como fiz) o capacitor SMD C624 (como mostra imagem abaixo, seta 1).
3) Solde o lado positivo do capacitor eletrolítico no segundo pino (como mostra a seta 2 da imagem abaixo) do conector do microfone.
4) Solde o lado negativo do capacitor eletrolítico no pino que foi levantado o capacitor SMD (conforme a seta 3 da imagem abaixo).


 
 
 
 
5) Verifique que os terminais do capacitor não estão tocando nenhum componente.
6) Recoloque a tampa e os parafusos.
7) Ajuste no menu do rádio as seguintes opções:
    • MIC SENS LEVEL: HI
    • ALC: OFF
8) Abra o microfone do rádio soltando os dois parafusos Philips da tampa traseira.
9) Remova o capacitor SMD C30 e instale em seu lugar o capacitor eletrolítico  (como mostra imagem). Eu usei uma fita dupla face para segurar o capacitor no lugar para que não fique suportado só pelas soldas que poderiam quebrar por causa de vibrações.
10) Recoloque a tampa do microfone e os parafusos.
 
Icom ID-880H/ID800H
Fiz apenas a modificação do microfone (ambos usam o mesmo do IC-2820: HM-133) no ID-880H e já fez uma boa diferença. Talvez para a maioria já seja o suficiente, mas depois vou fazer a modificação interna também para ver se chega na mesma resposta que consegui do IC-2820H.
Fonte de pesquisas: