Passado e Presente de Dois Córregos - SP

O Que é o Radioamadorismo

“O RADIOAMADORISMO É UM HOBBY CIENTÍFICO COM DIVERSAS MODALIDADES. O RADIOAMADOR É A PESSOA QUE PROCURA MANTER FUNCIOANDO UMA ESTAÇÃO DE RADIOCOMUNICAÇÃO, ORA PARA COMUNICADOS E CONVERSAS INFORMAIS BEM COMO PARA CONCURSOS E COMPETIÇÕES NACIONAIS E INTERNACIONAIS. ALÉM DOS “BATE-PAPOS” E CONTESTES, O RADIOAMDOR PODE AUXILIAR AS AUTORIDADES DE DEFESA CIVIL NAS SITUAÇÕES DE RISCO E CALAMIDADES PÚBLICAS, LEVANDO AS COMUNICAÇÕES AOS MAIS LONGÍNQUOS RINCÕES”

1) PONDERADO - O Radioamador é ponderado e atencioso e jamais usará sua estação para prejudicar a atividade dos demais;

2) LEAL – O Radioamador é leal e oferecerá sua lealdade, encorajamento e apoio aos seus companheiros, ao seu clube local e à sua entidade que o representa em seu país;

3) PROGRESSISTA – O Radioamador é progressista e manterá sua estação sempre atualizada tecnologicamente, conservada e bem instalada e operando com eficiência;

4) AMISTOSO – O Radioamador é amigo e paciente com os demais colegas, principalmente se forem iniciantes. Aconselha e auxilia os principiantes. Presta assistência e colaboração. Considera e coopera com o interesse alheio. Estas são as características do espírito do radioamadorismo;

5) EQUILIBRADO – O Radioamador é equilibrado. O rádio é seu passatempo e ele nunca permitirá que o seu hobby interfira em quaisquer de seus deveres e obrigações domésticas, profissionais, escolares ou para com a comunidade em que vive;

6) PATRIÓTICO – Sua estação e o suas habilidades sempre estão disponíveis para prestar serviço ao seu país e sua comunidade.

O Radioamadorismo é um hobby democrático, que não tolera discriminações sociais, raciais ou políticas. Pouco importa para o Radioamador se seu colega do outro lado não compartilha das mesmas crenças ou orientações políticas e muito menos se ele é de uma ou outra raça. O radioamadorismo forma uma imensa comunidade mundial onde as diferenças não existem e o que importa é que todos tenham o mesmo interesse comum.







27 de fev de 2012

RADIOAMADORES HONEGEIAM JACK PHILIPS

JACK PHILIPS Operador doTitanic Award, 100 anos‏





No próximo dia 15 de abril de 2012 serão comemorados os 100 anos da colisão do navio Titanic com um iceberg.

Vários Radioamadores prestarão uma homenagem ao operador de radio do Titanic Jack Philips que incansavelmente enviou sinais de CW para que a embarcação fosse encontrada e pessoas tivessem suas vidas salvas.

Na época os sinais de emergência enviados por Jack Philips foram as letras CQD que mais tarde foram substituídas pelas letras SOS utilizadas nos dias de hoje.

No acidente foram resgatadas 704 pessoas e 1504 pessoas morreram incluindo Jack Philips.

No diário de bordo de Jack Philips lemos o seguinte:

14 de abril de 1912
• 23:20 – CQD SOS TITANIC - colidiu com iceberg
• 23:30 – CQD

15 de abril de 1912
• 00:10 – Titanic chama CQD transmissão de energia enfraquecendo.
• 00:20 – Titanic transmite varias letras V em código Morse sem regularidade.
• 00:25 – Varias chamadas efetuadas sem resposta
• 00:28 – Titanic chama CQD com sinais fracos
• 00:30 – Varias chamadas de emergência foram efetuadas sem resposta.
• 01:25 – Titanic chamando em emergência, sinais de fumaça e chama a bordo. Sem resposta.

Para homenagear Jack Philips por sua bravura vários Radioamadores utilizarão varias faixas de Amador para comemorar este evento nos dias 01 de abril de 2012 a 30 de abril de 2012.
Serão utilizados os seguintes indicativos:

OO100MGY
OR100MGY
OT100MGY


Durante o final de semana de sábado 14 de abril ate domingo 15 de abril de 2012 todas as três estações estarão ativas em varias faixas de amador para que todos possam manter contatos e adquirir seus cartões QSL de participação.

Os horários nesses dias serão:
Sábado a partir das 12:00 UTC encerrando-se no domingo as 16:00 UTC.

Lembrando que nesses dias os operadores trabalharão no sistema de maratona, sem interrupção nos contatos, facilitando aos Radioamadores obter êxito.

Três diferentes cartões QSL foram criados para enviar aos Radioamadores de todo o mundo que mantiverem contato com as estações citadas acima.

Foi criado um Cartão QSL especial para as estações de Radioamadores que mantiverem contatos com as três estações participantes deste evento.

Este cartão QSL especial poderá ser solicitado enviando seu log de contos com assinatura de dois Radioamadores licenciados.

Para envio do QSL especial será necessário o deposito de 15 Euros para Radioamadores da Europa e 20 Euros para Radioamadores de outros países na seguinte conta:

IBAN code = SER 9795 2518 6192
Código BIC = ARS PBE 22
De: V.R.A. vzw,
Brusselsesteenweg 113,
B-2800 Mechelen (Bélgica)

Para melhor identificação enviar também seu indicativo de chamada com os dizeres Titanic Award clicando na imagem abaixo.









26 de fev de 2012

APROVADO O DIA MUNDIAL DO RÁDIO

A UNESCO aprova a proposta de estabelecer o dia Mundial do Radio


O Conselho Executivo da UNESCO, formado por 58 países dos 193 estados membros, aprovaram a proposta apresentada pela Delegação Permanente da Espanha de instauração do Dia Mundial do Radio. A data eleita, foi 13 de fevereiro de cada ano, que corresponde a primeira transmissão do radio da ONU.

O PAPA FALA COM O PREFIXO HV DO VATICANO

O Papa fala com os astronautas em órbita terrestre através de equipamentos de radioamador da estação de radioamador do Vaticano de prefixo HV.Pela primeira vez na historia , um Papa comunica-se com os astronautas em órbita.
O Papa Benedito XVI expressou sua preocupação pelo meio ambiente e a paz mundial.
As tripulações do transbordador espacial Endeavour (ônibus espacial), e da ISS, a Estação Espacial reuniram-se no sábado para uma conversação histórica com sua Santidade o Papa Benedito XVI, que lhes consultou “Como o programa espacial poderia promover a paz?”, e “se os astronautas rezavam quando estavam em órbita “etc..

22 de fev de 2012

Hamvention em Dayton


Os Radioamadores do Canadá estarao em Dayton para Hamvention 2012 no mes de maio do dia 18 a 20.
No ano passado, depois de uma longa espera,os Radioamadores do Canadá operaram em um estande na Hamvention em Dayton. Oficiais e membros da RAC reuniram-se com muitos membros já existentes,e inscreveram-se novos membros, muitos radioamadores trabalharam voluntariamente,Radioamadores dos Estados Unidos e ao redor do mundo, incluindo radioamadores da China, Quatar, Alemanha, Japão e Grã-Bretanha.
Este ano a RAC(Radio Amadores do Canada) estará retornando a Dayton e estao mais uma vez à procura de voluntários para operar o Booth(Baraca) nos dias do evento.
Se voce deseja ser um voluntario na maior feira de radioamadorismo do mundo,voce podera enviar suas informações de contato e disponibilidade por e-mail para ve4baw@rac.ca.com ou para o escritório em rachq@rac.ca

MUDANÇA DA LEI RADIOAMADORISMO‏

ATÉ QUE ENFIM ALGUÉM ENXERGOU. GRAÇAS A DEUS. SOMOS TRATADOS COMO LIXO OU BANDIDOS, EM CERTOS CASOS.
PARABÉNS PELA ATITUDE. SÓ QUE AS TAXAS, NO MEU PONTO DE VISTA, NÃO DEVERIAM SER ISENTAS, MAS SIM A TAXA DE IMPORTAÇÃO.
QUANTO A HOMOLOGAÇÃO E CERTIFICAÇÃO, É DEVER DA EMPRESA FABRICANTE DE EQUIPAMENTOS. ALÉM DO MAIS, FISCAIS TOTALMENTE DESPREPARADOS PARA FISCALIZAR "RADIOAMADORES".
OUTRO FATOR IMPORTANTE É O DA: "LEI DE CONFORMIDADE DE ANTENAS", ORA, O RADIOAMADOR É UM EXPERIMENTADOR, TODAS AS VEZES QUE MONTAR UMA ANTENA, VAI TER QUE ENVIAR UM FORMULÁRIO? BASTA NESTA PALHAÇADA, COM TANTAS INTEMPÉRIES NAS FAIXAS DO RADIO.
SEGUE ABAIXO LINK PARA VC OUVIR A ENTREVISTA FEITO COM O PRESIDENTE DA LABRE SP.


PARABÉNS PELA ATITUDE, ASSIM É RADIOAMADORISMO.

AGRADECIMENTOS AO AMIGO Pu2 KBT - SILAS de ARARAQUARA SP - por EMAIL


21 de fev de 2012

MONTAGEM DA TORRE DE 41M - Py2 ZN

video

Montagem da torre do amigo Marcão de Botucatu em seu QTH.
Participaram da montagem tb os amigos
PU2NAS-NEOCIR,PU2PMN-JOAO,
PY2ET-FARIA.

14 de fev de 2012

Mito ou Verdade

Mito ou verdade se cortar o cabo coaxial melhora o ROE‏

Eu sempre digo que relação de ondas estacionárias ( R.O.E.), se ajusta na antena e não no cabo coaxial. E digo mais anda, que o tamanho ou comprimento da linha de transmissão coaxial é irrelevante para o funcionamento e R.O.E do sistema irradiante. Digo isto com base em fundamentos científicos e na própria experiência de anos que venho acumulando como técnico de RF, especializado na manutenção de transmissores de radioamador.

Existe circulando há anos, nos meios amadorísticos de radiocomunicação, algo que considero um mito a ser desmistificado neste artigo, qual seja: " o de que é necessário, essencial e imprescindível que o cabo coaxial seja cortado em um tamanho certo e exato múltiplo do cumprimento da onda, isto para fins de obtenção da almejada R.O.E. de 1,1:1, " este é o mito ! Esta crença , cuja possível origem também indicarei mais adiante, leva a muitas pessoas dedicarem horas a cortar pedaço por pedaço do seu cabo coaxial, buscando obter a diminuição da R.O.E..
O objetivo deste artigo é esclarecer que isto não é necessário, passando a entender o porque podemos de fato possuir um cabo coaxial com um tamanho aleatório e qualquer, tamanho este limitado apenas pela comodidade do radioamador em te-lo conectado do rádio à antena, sem sobras ou faltas e sem a desgastante preocupação de corta-lo e ainda ao depois picota-lo lenta e despedaçadamente, em pretenso ajuste fino de R.O.E. , numa tarefa desgastante e desnecessária.
A relação de onda estacionária se ajusta na antena e não no cabo ! Existe um fenômeno físico responsável por esta verdade, qual seja: " quando a linha coaxial de transmissão esta terminada por uma impedância de carga (lado da antena) igual a impedância característica da linha, de modo que a R.O.E. seja 1:1 ( na terminação), a impedância de entrada da linha ( lado do rádio) será simplesmente a mesma impedância do cabo coaxial independente do seu comprimento. Se a carga ( antena) se encontra perfeitamente adaptada a linha, esta ( a linha) aparecerá (para o rádio), como infinitamente comprida e a impedância de entrada ( lado do rádio) será a impedância característica da linha propriamente dita.
Ou de outro modo, uma linha curta, terminada em uma carga puramente resistiva igual a impedância característica da linha, atua justamente como se fosse infinitamente comprida , sendo que em uma linha equilibrada como a descrita ( Z linha = Z carga), a energia viaja desde a fonte ( transmissor) até a carga (antena) onde é completamente absorvida, sem reflexão ( onda estacionária). Referências técnico-teóricas contidas no conhecido livro " The Radioamateur's Handbook ", sustentam o acima descrito no mesmo sentido, senão vejamos : " Se a resistência de carga que denominamos Zr, era igual a impedância característica Zo, de uma linha, toda a energia era absorvida pela carga. No dito caso não existe potência refletida e portanto não há ondas estacionárias de corrente nem de tensão " (trecho que traduzi da obra citada, em castelhano, ed . 1962, Arbó - Argentina).

Ajustando a R.O.E.
Assim saibamos que, qualquer que seja o comprimento do cabo coaxial, na sua estação de radioaficcionado, quando sua antena for ressonante ai então sua resistência de irradiação será igual a impedância do seu cabo coaxial, só ai este cabo apresentará a sua impedância característica e transportará a energia de RF até a antena com a menor R.O.E. . Para ajustar a freqüência de ressonância da sua antena dipolo horizontal ou direcional, é necessário com o medidor de R.O.E ( refletômetro) acoplado na saída do transmissor, ajustar o comprimento da antena , aumentando-o ou diminuindo este tamanho, isto fará com que a antena passe a ressonar na freqüência que você escolheu previamente e apenas e tão somente nesta freqüência de ressonância sua impedância se adaptará a linha coaxial e a R.O.E. será a menor possível. Eis que o ajuste se faz na antena e o comprimento do cabo pode ser aleatório , mesmo porque apenas uma antena ressonante é a única que absorve e irradia a maior quantidade possível de energia .
Atenção, toda antena após calculada teoricamente o seu tamanho, necessita obrigatoriamente ajuste e conferência na prática, com o refletômetro ( medidor de R.O.E.) e um ajuste no seu cumprimento para mais ou menos do tamanho projetado, eis que isto é necessário, pois o meio ambiente em derredor (objetos) mudam, afetam e alteram a impedância da antena, afastando-a do resultado teórico-calculado, em relação ao prático.

Como Surgiu o Mito
Suponho que no decorrer dos anos, considerando que, quem conta um conto aumenta um ponto e ainda considerando que no meio radioamadorístico não predominam os técnicos em eletrônica, aliás a maioria atual são pessoas leigas interessadas mesmo em se aprimorar na radiotécnica, eis que provavelmente houve uma distorção e desvirtuamento do seguinte princípio físico das linhas ressonantes, que levou ao posterior surgimento e difusão do mito: " A impedância de entrada de uma linha que funciona com alta R.O.E ( observo : condição indesejável nos contemporâneos sistemas irradiantes de radioamador) , depende criticamente do comprimento da linha equivaler a algum múltiplo de um quarto de onda . Estas linhas que funcionam com alta R.O.E., são chamadas de linha sintonizada ou ressonante. " O citado "Amateur's Handbook" diz o seguinte sobre o caso (que traduzi) : "A sintonia da linha se torna unicamente necessária quando se deve tolerar um considerável desequilíbrio entre a carga e a linha " ( observo: para fins radioamadorísticos os modernos transceptores transistorizados não toleram consideráveis desequilíbrios entre antena e o cabo coaxial ).
Vemos ai então, toda a semelhança entre esta teoria " das linhas ressonantes de alta R.O.E. " , que provavelmente era aplicada na época em que existiam linhas de transmissão feitas com dois condutores paralelos, dos antigos sistemas de radiotransmissão , transformando-se contemporaneamente no mito do tamanho do cabo coaxial, múltiplo de ¼ da onda, ora desmistificado.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:
KEITERIS (PY2MOK - Léo), Leonas O mito do cabo coaxial, in Revista Radioamadorismo e Faixa do Cidadão, nº01, sd.